Home / César Magalhães / Vídeos de um vereador no interior de Minas Gerais causam mal-estar no meio político.

Vídeos de um vereador no interior de Minas Gerais causam mal-estar no meio político.

O vereador Cleiton Azevedo (PPS) da cidade de Divinópolis-MG, cidade conhecida como a capital do centro oeste mineiro e das confecções está usando vários perfis e páginas, inicialmente produzindo vídeos de protestos contra políticos, com o famoso “Cleitinho na Lata”, e após sua eleição produzindo vídeos/denúncias relatando os problemas da cidade, como fez recentemente uma gravação retratando o sucateamento de várias maquinas no pátio da Prefeitura, alcançando a estratosférica marca de 100 mil acessos, tem feito sucesso entre a população, mas causando bastante ciúmes entre seus pares na Câmara, e mesmo com outros políticos que almejam os mesmo cargos em 2018 e 2020, ou seja, deputado e Prefeito.  Na reunião ordinária que abriu o ano legislativo nesta quinta-feira (02), indiretamente ouviu um recado do vereador Delano Santiago (PMDB): “Ao invés de irmos para as redes sociais, temos que debulhar a Lei Orgânica e o Regimento Interno” – Na entrevista concedida ao Divinews, site de noticias da cidade, se posicionando sobre o incomodo que seus vídeos tem causado, que como resultado, antecipa 2018 e mesmo 2020, Cleitinho disse que tudo na vida dele ocorre de forma natural, que há um ano atrás ele não pensava em ser vereador, e agora ele fazendo a política do bem vai esperar a “coisa acontecer naturalmente, tudo para mim é aclamação, se a população me aclamar para 2018 ou 2020 pode ter certeza que vou estar muito bem preparado para isso. Me preparei agora para ser vereador. Se me aclamar para 2018 vou me preparar, se me aclamar para 2020, vou me preparar. Estou aqui para aprender muito, mas pode ter certeza que, se isso acontecer, eu não vou decepcionar não” – Cleitinho disse ainda que não tem nenhum problema em aprender com o vereador Edson e com o Delano sobre o Regimento Interno do Municipio e a Lei Orgânica do Município. “Tenho a humildade de reconhecer que estou começando agora, Deus está me capacitando e com certeza vou estudar mais e vocês vão analisar depois a minha melhora”

O vereador finalizou afirmando que continuará a produzir seus vídeos: “A demanda vem, eu vou produzir vídeo. Não vou me calar. Eu já fazia antes de ser vereador, a população sabe disso, por que sou cantor e já fazia há muito tempo. A Demanda veio, vou mostrar para a população o que está certo e o que está errado” – Todos os vídeos que Cleitinho tem produzido, tem se tornado um sucesso de visualização e chega mesmo a pautar a mídia, como um todo. Nesta última quarta-feira, até a TV Integração reproduziu parte de sua matéria sobre o sucateamento das maquinas no pátio da Prefeitura. Por sua atividade parlamentar ele teve acesso direto ao local e os repórteres da emissora não foram autorizados a captar imagens do local, tiveram que se contentar em usar as imagens do vídeo produzido pelo Edil. Essa alta exposição do novo vereador tem provocado muito mal estar entre todos os outros 16 vereadores.

Parte da Fonte: Divinews

Na minha opinião deveria primeiramente elaborar os projetos para melhorias de onde estão sendo registrados os videos, e após aprovados coloca-los para visualização da sociedade. Não adianta nada denunciar e não solucionar os problemas da sociedade.  O que também considerei um erro imenso de sua assessoria é assumir o cargo e denunciar outros que estarão do seu lado por longos 4 anos. É o mesmo que entrar numa empresa e criticar severamente toda forma trabalhada pelos funcionários da mesma. Deveria chegar como todo mineiro, comendo pelas beiradas, e depois ir colocando as boas idéias em prática.Essa é minha forma de pensar e espero que respeitem pois é apenas opinião. ( César Magalhaes )

 

A Câmara dos Vereadores tem um regimento interno a seguir e conforme entrevista do vereador  Dellano Santiago  na linguagem popular o novato Cleitinho está “JOGANDO PARA A GALERA” e com isso colocando a sociedade contra todos os outros vereadores. O correto seria criar os projetos, colocar em votação e depois aprovados gravar os vídeos para seus eleitores. Lembrando que isso tudo aconteceu em pouco mais de 1 mês do novato assumir o cargo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*