Home / César Magalhães / Será que os robôs estão prontos para substituir os seres humanos em todas as tarefas?

Será que os robôs estão prontos para substituir os seres humanos em todas as tarefas?

O Fantástico do Domingo , dia 08 de Janeiro de 2017 abordou um tema bastante polêmico. O tema foram o que é certeza em nosso futuro bem próximo que serão os Robôs substituindo muitas funções humanas. Assista o vídeo e depois iremos as conclusões desse vídeo :

Assistir agora a matéria

 

E termina com essa conclusão:
“O currículo escolar dos futuros trabalhadores deveria priorizar a criatividade.”

Para o futuro não tão longe quem não se adaptar as tecnologias e aprender pelo menos o básico irá passar por grandes dificuldades financeira e de sobrevivência. A robótica e inteligência artificial vão cada vez mais ocupar mais tarefas consideradas “humanas” e a criatividade vai ser o grande diferencial dos profissionais do futuro.

A reportagem usa como exemplo um hotel no Japão que colocou robôs em várias atividades que antes eram humanas como limpar os vidros, cortar o jardim, atender na recepção, acompanhar até o quarto e guardar as malas.

O gerente do hotel acredita que “os robôs podem substituir os humanos em 90% das tarefas aqui no hotel”.

E a matéria mostra também um pouco da parte que mais me interessa: as 10% de atividades que realmente tem que ter humanos num hotel.

Além de criatividade as outras habilidades que vão fazer a diferença são as inteligências intrapessoal, interpessoal e interartificial (ou seja, relacionamento com vc mesmo, com as pessoas e com as máquinas).

A matéria do Fantástico citou três tipos de humanos que ainda são necessários no hotel do Japão:

– gerente do hotel: como líder de um time tem que ter muita inteligência intrapessoal e interpessoal

– técnicos de programação e manutenção dos robôs: inteligência interartificial

– profissionais de limpezas específicos: pra limpar coisas muitos irregulares como corrimão, grade do ar condicionado e teclas do piano ainda não vale a pena ter um robô tão específico.

Tem um outro tipo de profissional que faz um papel muito importante num hotel e que não foi citado: a galera do departamento de reservas.

Cada vez temos mais ferramentas para automatizar o processo de marketing e vendas, mas continuamos precisamos de humanos para criar e implementar as estratégias de marketing e para fazer as negociações de vendas com clientes e/ou parceiros.

A máquina é muito poderosa na comunicação “transacional” que rola por exemplo num atendimento de check-in, já que o robô fala todos os idiomas e lembra de todos os dados, mas quando a comunicação envolve emoção, empatia, influência e persuasão precisamos de gente.

* 10 livros que todo mundo deveria ler

  1. Abundância – O futuro é melhor do que você imagina | Steven Kotler e Peter H. Diamandis
  2. VLEF – Vai lá e faz | Tiago Mattos
  3. A Startup Enxuta – Como Os Empreendedores Atuais Utilizam a Inovação | Eric Ries
  4. Marketing e Comunicação da Era Pós-Digital – As Regras Mudaram | Walter Longo
  5. De Onde Vem as Boas Ideias | Steven Johnson
  6. Steve Jobs – A Biografia | Walter Isaacson
  7. Um Mundo, Uma Escola – a Educação Reinventada | Salman Khan
  8. A Única Coisa – o Foco Pode Trazer Resultados Extraordinários Para Sua Vida | Gary Keller
  9. O Mensageiro Milionário | Brandon Burchard
  10. As Armas da Persuasão – Como Influenciar e Não Se Deixar Influenciar | Roberto Cialdini

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*