Home / César Magalhães / Máquina de Vendas de Ricardo Nunes tornou-se a Máquina de Dívidas, com prejuízos acima de R$ 3 bilhões

Máquina de Vendas de Ricardo Nunes tornou-se a Máquina de Dívidas, com prejuízos acima de R$ 3 bilhões

Fonte: Divinews

Segundo a publicação do Relatório Reservado, Ricardo Nunes, que começou em Divinópolis com a Ricardo Eletro, iniciou uma peregrinação entre os bancos credores para evitar a recuperação judicial da Máquina de Vendas e de outro, saiu em busca de um sócio para a rede varejista, que, hoje, está muito mais para uma máquina de dívidas e prejuízos – Ainda segundo o Relatório Reservado apurou, nas últimas semanas Nunes teria mantido conversações com as Lojas Americanas, a chilena Falabella e o fundo Kinea, do Itaú. Em pauta, a venda de parte ou até mesmo do controle da Máquina de Vendas – O passivo total teria ultrapassado os R$ 3 bilhões. A relação dívida líquida/ebitda já estaria na casa de dez vezes – a companhia ainda não divulgou o balanço de 2016. O RR teria feito várias tentativas de contato com a Máquina de Vendas, mas não teria obtido retorno.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*