Home / Beleza Feminina / Dia da Mulher: 11 atitudes positivas que você pode ter para promover a igualdade

Dia da Mulher: 11 atitudes positivas que você pode ter para promover a igualdade

A youtuber, conhecida por paródias divertidas, como ‘Miga Sua Loca’, com  3 milhões de views, faz uma listinha para conscientizar sobre a importância da igualdade de gêneros e lança uma série de vídeos em parceria com o YouTube e a ONG Think Olga.

Divertida, consciente, colorida e com quase meio milhão de assinantes em seu canal no Youtube “Nunca Te Pedi Nada”, Maíra Medeiros é tão plural quanto as cores de seu rainbow hair: um arco-íris de diversidade.

Considerada uma das principais youtubers relacionadas ao empoderamento feminino, lifestyle e humor, a paulista aproveita o Dia Internacional da Mulher, 8 de Março, para dar aquele toque em quem também não está satisfeito com a desigualdade entre gêneros e listou 11 atitudes positivas que você pode ter para promover a igualdade.

Maíra defende que ser mulher não implica em ser menos perante à sociedade:
“- Garotas, vocês podem tudo! Não deixe ninguém dizer que você não deve ou não pode fazer algo apenas por ser uma garota – incentiva.”

Formada em Publicidade e Propaganda, ela é criadora de conteúdo e digital influencer conhecida por suas paródias bem-humoradas, com destaque para “Miga Sua Loca” (inspirada em “Essa Mina é Louca”, de Anitta), que já teve mais de 3 milhões de visualizações. Em seu canal ela também relembra momentos da infância nos Anos 90, além das paródias dos hits que bombam na internet com letras positivas com humor e consciência social.

Mão na massa! Confira as atitudes positivas que você pode ter para promover a igualdade entre os gêneros, by Maíra Medeiros:

1. Encorajar crianças a brincarem do que elas quiserem e não separando brincadeiras mais agitadas como brincadeiras de meninos e as mais cuidadosas como brincadeiras de meninas;
2. Consumir e divulgar projetos, filmes, livros e trabalhos feitos por mulheres ou que tenham mulheres como protagonistas;
3. Não falar que assédio é elogio ou que mulheres estão em relacionamentos abusivos porque querem ou porque gostam;
4. Questionar porque menos mulheres estão presentes em premiações e entretenimento;
5. Ensinar as crianças a compartilharem afazeres domésticos;
6. Entender que a liberdade sexual cabe a ambos os sexos e não apenas aos meninos;
7. Cobrar empresas para terem mais mulheres em cargos mais altos e presidências e também cobrar o governo para ter mais mulheres na política;
8. Não julgar uma mulher como competente ou incompetente no trabalho por sua aparência, sexualidade ou idade;
9. Entender a luta das mulheres por direitos iguais e não tentar diminuir a causa;
10. Parar com a reprodução de frases que estereotipam mulheres como incapazes ou inferiores, como: mulheres dirigem mal, mulheres não sabem consertar coisas ou mulheres são delicadas demais para determinadas funções;
11. Ensinar as crianças que ambos os gêneros são iguais e que ambos possuem voz ativa na sociedade.

Maíra Medeiros em parceria com o YouTube e Think Olga, Feminista e incentivadora do emponderamento, ela já fechou parcerias importantes que amplificam sua voz. Entre essas uma com o próprio YouTube, onde, ao lado da ONG Think Olga, criou a série de oito vídeos para a campanha #PorQueMulher , que serão exibidos a partir do dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher.

A campanha visa contestar estereótipos e “mitos” envolvendo as mulheres na sociedade.

O projeto conta com oito vídeos que questionam o porquê mulheres não aparecem em livros de história, porque as roupas femininas possuem menos bolsos, porque ganham menos, porque não podem ser gordas, entre outros.

A youtuber Maíra Medeiros (Nunca Te Pedi Nada – 22 milhões visualizações) -, conhecida também por esquetes e paródias que provocam e conscientizam sua audiência com temas sobre o universo feminino, é a madrinha do projeto, que traz mais 16 YouTubers, de diversos segmentos, em formato colaboração.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*