Home / Uncategorized / Coluna Pet Mania – Edição 063 – Envenenamento em Pequenos Animais.

Coluna Pet Mania – Edição 063 – Envenenamento em Pequenos Animais.

Sabiam que o envenenamento é a principal causa de morte de cães e gatos, seguida pelo atropelamento?! Achei que seria interessante falar sobre isso aqui na revista, já que a grande maioria de nós temos cães ou gatos de estimação e, afinal, o bem estar deles depende muito de nossas condutas. E além do mais, no que se diz respeito à intoxicação, pequenos detalhes podem fazer toda a diferença. Infelizmente, muitos animais domésticos são vítimas de envenenamento que pode ser acidental ou intencional. Isso mesmo! Apesar de parecer monstruoso, muitos animais são intencionalmente envenenados. As maiores vítimas dessa maldade são os animais de rua ou aqueles que têm dono mas saem com frequência, especialmente os gatos. Nos casos acidentais, geralmente, por descuido do proprietário, o animal fica exposto a contato com produtos de limpeza, medicamentos, inseticidas, raticidas, etc. Muitos produtos de limpeza são inofensivos aos humanos mas podem rapidamente matar animais domésticos, principalmente os de pequeno porte. O conhecido Chumbinho que, apesar de ser ilegal e ter sua venda proibida é a arma mais utilizada para o envenenamento proposital de cães e gatos, pois é facilmente encontrado nos mais diversos locais. Geralmente, a Estricnina, nome científico do Chumbinho é misturada a pedaços de carne ou outros alimentos para que o animal não o rejeite. Animais envenenados pelo Chumbinho apresentam alguns sinais clínicos que servem de alerta para que o animal seja imediatamente levado ao veterinário para que sejam tomadas todas as providências na tentativa de desintoxicação. Esses sintomas podem ser os seguintes: diminuição dos batimentos cardíacos, salivação excessiva, dificuldades para respirar, diarreia, vômitos, tosse, secreções nasais, edema pulmonar, o animal urina constantemente, perda da coordenação motora, etc. Estatísticas mostram que apenas 1/3 dos animais intoxicados pelo veneno sobrevivem. Portanto, é importante que logo após o socorro do animal, caso o dono saiba quem é o responsável pelo envenenamento seja feito um Boletim de Ocorrência na delegacia mais próxima a fim de que o responsável seja devidamente punido, pois tal ato é crime e fere as leis de proteção animal. O que fazer? No caso de envenenamento, não lhe dê leite nem outro líquido. Não coloque seus dedos na garganta do cachorro para fazê-lo vomitar. Você precisa levá-lo o quanto antes ao veterinário. Em caso de convulsões, não tente segurar a língua do cachorro, pode ser perigoso. Tenha em mente também que nem todas as substâncias causam intoxicação imediata; algumas provocam sinais apenas horas mais tarde. Lembre-se sempre de levar ao veterinário a caixa ou embalagem da substância responsável pela intoxicação, se for possível. Isso pode auxiliá-lo na escolha do tratamento mais adequado, salvando a vida de seu cachorro ou gato mais rápido. E outra coisa, se o envenenamento não for acidental, não hesite em denunciar. Envenenar animais é um crime previsto na Lei de Crimes Ambientais. Existe uma grande falta de informação por parte dos proprietários, no que se diz respeito a medicamentos que nossos animalzinho podem ou não usar. Sabia que você pode matar seu gato com apenas um comprimido de Tylenol®? É completamente errado pensarmos que os remédios que utilizamos também servem para nossos animais. Esse problema é mais direcionado aos gatos. O gato não pode ser visto como um pequeno cão, as instalações e o atendimento deve ser diferenciado, é comum haver intoxicações por medicações, pois eles possuem particularidades de biotransformação. Na hora de medicar seu animal, procure sempre a orientação de um médico veterinário e fique atento as formulações dos medicamentos!

Daniela M. Maggioni – CRMV/ES 1595 – Consultório AGROVIDA

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

%d blogueiros gostam disto: