Home / Uncategorized / Coluna Pet Mania – Edição 064 – Erliquiose Canina

Coluna Pet Mania – Edição 064 – Erliquiose Canina

Qual o proprietário de cães que nunca ouviu falar da famosa “doença do carrapato”? A doença do carrapato é um nome corriqueiro utilizado para doenças transmitidas por carrapatos, como a Erliquiose e a Babesiose canina. São doenças comuns na rotina clínica de qualquer médico veterinário com uma freqüência muito maior do que gostaríamos. Infelizmente!A Erliquiose é causada por bactérias chamadas Ehrlichia canis que parasitam os leucócitos (as células de defesa do organismo dos cães). A E. canis leva por ação sistêmica à anemia e à queda dos leucócitos e plaquetas (responsável pela coagulação). A E. canis é transmitida pelo carrapato Ripicephalus sanguineus. O carrapato se infecta ao picar um animal contaminado com a doença e transmite a bactéria para outro cão ao picá-lo. É uma doença infecciosa bastante grave e que acomete animais da família canídea. Mas, quais são os sintomas da doença? A Erliquiose pode afetar animais em qualquer fase da vida e pode causar inúmeros sintomas que podem levar o animal à morte. A gravidade dos sinais é variável entre os animais, que podem apresentar depressão, febre, redução do apetite, perda de peso, sangramento nasal, mucosas pálidas e pontos vermelhos pelo corpo e mucosas. Os cães podem também estar contaminados com a bactéria E. canis sem, no entanto, apresentar, naquele momento, sintomas da doença. Os sinais apresentados pelo animal, como estar mais apático, não se alimentar normalmente, apresentar mucosas pálidas, ter carrapatos ou ter entrado em contato com eles recentemente, são fortes indícios da Erliquiose. Além disso, havendo a suspeita, o animal deve ser imediatamente levado ao médico veterinário. A prevenção da Erliquiose canina baseia-se no controle mensal dos carrapatos e visita de rotina ao médico veterinário. Vale a pena lembrar também que a Erliquiose leva o cão a uma grande queda de imunidade, permitindo que várias infecções se instalem no organismo e agrave, e muito o caso. Cuide da sua casa e do seu grande amigo e combata essa grave doença!

Daniela M. Maggioni CRMV/ES 01595 – Consultório Agrovida

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

%d blogueiros gostam disto: