Home / César Magalhães / As mulheres na TATUAGEM

As mulheres na TATUAGEM

 

A prevalência de mulheres na indústria da tatuagem, junto com o aumento no número de mulheres usuárias de tatuagens, parece estar mudando as percepções negativas. Um estudo conhecido por “at-risk” – em risco (definido pela ausência e evasão escolar), as adolescentes mostraram uma correlação positiva entre a modificação do corpo e os sentimentos negativos para o corpo e baixa auto-estima, no entanto, o estudo também mostrou que um forte motivo para a modificação do corpo é a busca por ” tentativas para alcançar o auto-domínio e o controle sobre o corpo em uma época de crescente alienação.”

NO BRASIL

No Brasil a tatuagem é uma arte recente, surgiu em meados dos anos 60 na cidade portuária de Santos e foi introduzida pelo dinamarquês Knud Harld Likke Gregersen (também conhecido como Lucky Tattoo), que teve sua loja nas proximidades do cais, uma zona de boemia e prostituição da cidade de Santos na época. A localização contribuiu bastante para a disseminação de preconceitos e discriminação da atividade, gerando um estigma de arte marginal que perdurou por décadas.

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

%d blogueiros gostam disto: