Home / César Magalhães / A TV aberta local nos Domingos a noite está dessa forma

A TV aberta local nos Domingos a noite está dessa forma

Assistindo a um canal aberto ontem ( Domingo 22/01/2017)  no estado do Espírito Santo me deparei com uma programação direcionada a classe AA, ou mais alta que a A. O Mercado de Luxo apresentado e  assistido por um público sem entender o diálogo aplicado pelo apresentador, e  que no meio do programa ainda soltou jargões em Inglês e ainda pronunciando a palavra Instagram da forma que é falado pelos gringos.

Ficando sem entender o porque um programa desse nível em uma TV ABERTA e que é assistida por mais de 60% de classes que não conseguem nem mesmo se manter em seu próprio emprego, resolvi procurar algumas fontes confiáveis e verificar se estava enganado sobre a minha conclusão final.

Antes de chegar na conclusão  da minha pesquisa a minha posição era que os programas exibidos por esse canal aberto nas noites de Domingo é  o mesmo que entrar num boteco de bairro bem humilde de smoking  ou vender caviar para quem no máximo tem condições de  ligar para um restaurante mais próximo para entregar um marmitex de comida encomendada.

Pesquisa :

Encontrei uma fonte segura de alunos da FGV e a minha forma de pensar realmente estava condicente com a forma usada pela toda poderosa Organizações Globo.

Fica concluído  que esse canal aberto está totalmente fora de seu público-alvo.

“A programação  desenvolvida com o padrão de qualidade da Organizações Globo conta com um conteúdo direcionado à nova Classe C brasileira. Os roteiros da programação são desenvolvidos conforme resultados de pesquisas dos gostos e preferências da Classe C dominante.”

Ações propostas para o cenário Propaganda

Quais as áreas impactadas?

Programação: Manter o nível de qualidade das produções, mas com conteúdo Popular;

Multimídia: Explorar a exposição da marca nas outras mídias, incentivando o acesso dos telespectadores nos diversos ambientes da Globo.

Vendas: Comercializar novos formatos de venda de publicidade, considerando que a classe C tem preferência por comerciais em formato de merchandising. Portanto, a equipe comercial deverá prospectar anunciantes voltados ao mercado da Classe C, através da venda de merchandising em formato de testemunhal (Ex: Ana Maria Braga atesta a nova máquina de lavar da Brastemp.)

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*